Roteiro Camboja — 4 dias Conhecendo os Templos mais Famosos do Mundo!

Com incríveis complexos do Império Khmer, o Camboja é um dos países do Sudeste Asiático que mais recebe turistas. Não deixe nada de fora e comece a programar sua viagem agora!


Desculpem a ignorância, mas até pouco tempo o Camboja era sinônimo da atriz Angelina Jolie e do videogame/filme Tomb Raider. Foi apenas durante a pesquisa e preparo do meu Roteiro Camboja que tomei conhecimento da comovente e terrível história do país.

 

Angkor Wat Camboja
As ruínas do templo Ta Prohm ficaram mundialmente conhecidas depois de aparecerem como cenário do Tomb Raider, filme estrelado por Angelina Jolie. As construções do império Khmer são impressionantes, assim como o terrível e desumano passado cambojano.

Curiosa e interessada pelo passado cambojano, assisti ao filme The Killing Fields. Esse filme de 1984 traz um simples retrato do genocídio vivido pela população cambojana durante a Ditadura Comunista do Khmer Rouge (1975 – 1979) e é uma interessante forma de começar a digerir o impactante acontecimento.



Khmer Rouge e o Genocídio Cambojano

Liderado por Pol Pot, o Khmer Rouge acreditava que os países estavam envenenados pelo capitalismo. Por isso iniciaram um radical processo de reforma social, com o objetivo de criar uma sociedade comunista puramente agrária e sem contato algum com o exterior.

Todos os moradores das grande cidades, como por exemplo a capital Phonm Penh, foram expulsos e direcionados ao campo, onde eram submetidos ao trabalho forçado em “cooperativas agrícolas”.

Pensando em conhecer outros países do Sudeste Asiático? Veja o meu Roteiro Myanmar e se apaixone pela Golden Land asiática chamada Birmânia! Também não deixem de conferir a agitada e paradisíaca Tailândia – Roteiro Tailândia.

Durante o Khmer Rouge, estima-se que cerca de 2 milhões de cambojanos tenham morrido de fome, tortura e execução.

Tuol Sleng Phonm Penh Camboja
Museu do Genocídio Tuol Sleng, a escola que virou centro de tortura – O país sofreu bastante com o genocídio comandado pelo Khmer Rouge. Para o conhecimento de todos e não repetição desse horror, museus expõem as atrocidades cometidas na época. A visita é difícil e dura, porém necessária.

A grande maioria dos assassinados era formada por intelectuais e pessoas com algum nível de educação. O Khmer Rouge os enxergava como ameaça aos seus ideais e, sem pensar duas vezes, partiam para a matança em massa.

The Killing Fields Camboja
Mass Grave – São pelo menos 340 Killing Fields distribuídos pelo território Cambojano. O genocídio de praticamente um terço da população do Camboja fez com que o Khmer Rouge fosse considerado o regime mais letal do século XX.

Transmitindo e Divulgando a Sofrida História do Povo Cambojano

Depois de alguns anos, a atriz Angelina Jolie entra em cena novamente. Dessa vez não como heroína de uma ficção, mas como produtora e diretora de um filme sobre a real cruel história do genocídio no Camboja.

O filme é baseado na vida de milhares cambojanos, em especial na de Loung Ung, autora do livro de memórias e bestseller First They Killed My Father.




Além de ativista e autora do livro, Loung Ung produz o filme em parceria com Angelina Jolie. O filme, também intitulado como First They Killed My Father, foi lançado no Netflix dia 15 de Setembro de 2017.

Com viagem para o Camboja marcada ou não, vale a pena se aprofundar na história desse tocante país.

Apesar de todo o terror vivido, o povo cambojano não perdeu sua ternura e serenidade e guarda belezas raras em forma de construções ancestrais. Quem visita o país sempre volta com carinhosas memórias e lindas histórias para contar.

Bayon Camboja smilling faces
A amabilidade cambojana está ilustrada até nos templos do Complexo Angkor Wat – O templo Bayon, mais conhecido como Smilling Faces, está repleto de gigantes rostos sorridentes.
Camboja monges
E os sorrisos não param por aí! Todos tem feições carinhosas, até os jovens e tímidos monges.



Roteiro Camboja

Dividi os 4 dias entre as duas principais cidades do país: Siem Reap (2) e Phonm Penh (2):

Dia 11 – Phonm Penh –  Conhecendo a capital do Camboja: mercado local, desvendando as ruas da cidades, experimentando a culinária cambojana e descanso na piscina do hostel.

Fish Amok Camboja
Essa dica aqui vai para os gordinhos amantes de culinária: prove o Fish Amok! O Fish Amok é um prato clássico da culinária Khmer. Um peixe delicioso feito com leite de coco e outras especiarias é servido dentro de um coco! Sdds!

Dia 12 – Phonm Penh – Khmer Rouge e a cruel história Cambojana: visita ao Museu do Genocídio Tuol Sleng e aos Killing Fields + Ônibus noturno para Siem Reap.

The Killing Fields Camboja The Killing Tree
The Killing Fields – A repulsiva Killing Tree, árvore na qual crianças eram executadas através de pancadas. Repito: a visita é difícil, porém necessária.
The Killing Fields Camboja
Os crânios de algumas das vítimas do genocídio ficam expostos em uma enorme construção localizada no centro dos Killing Fields.

Dia 13 – Siem Reap – Manhã livre + Tarde no templo mais deserto da região, o Beng Maelea + Pub Street e toda sua agitação à noite.

Beng Maelea Siem Reap Camboja
Por estar localizado a uma hora de Siem Reap, o Beng Maelea é o templo menos cheio da região.
Pub Street Siem Reap Camboja
Em Siem Reap, o agito noturno acontece nas ruelas da Pub Street e arredores. O local é cheio de barzinhos, restaurantes e ambulantes vendendo um pouquinho de tudo, até o famoso escorpião no espeto!
Night Market Siem Reap Camboja
Pertinho da Pub Street está o Night Market, um mercado noturno cheio de lojas para todos os gostos.




Dia 14 – Siem Reap – Dia dos templos mais famosos! – Tour guiado pelo Complexo Angkor Wat, Bayon, Ta Prohm e Banteay Srei + Pub Street + Ônibus noturno de volta para a capital Phonm Penh.

Angkor Wat Siem Reap Camboja
O imperdível nascer do sol em Angkor Wat – uma multidão presencia esse momento diariamente.
Banteay Srei Siem Reap Camboja
Banteay Srei, o templo mais delicado de Siem Reap – Por causa do detalhamento de seus desenhos, acreditava-se que o rosado templo havia sido feito por mulheres.

Dia 15 – Phonm PenhDesespero, choro, mais desespero e quase o dia inteiro no aeroporto > Voos com destino à Tailândia.

Um imprevisto tremendo aconteceu assim que pisei no aeroporto de Phonm Penh. Por causa disso quase não deixei o Camboja. Foi um perrengue daqueles, mas no final tudo se resolveu e deixei o Camboja em bons termos.

Quer passar um mês no Sudeste Asiático mas ainda não sabe quais países visitar e o que fazer? Confira meu Roteiro Sudeste Asiático de 3 países em 1 mês e inspire-se!





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *