Myanmar de Ônibus – A forma mais prática e econômica de conhecer a Birmânia

O deslocamento entre cidades ou países é uma das partes mais dispendiosa de toda viagem. Saiba como conhecer a terra dourada da Birmânia gastando pouco!


Com o território um pouco maior do que as regiões de Minas Gerais e Santa Catarina juntas, Myanmar não é um país com dimensões muito grandes.

Por isso, para os viajantes econômicos, a melhor forma de conhecer as várias cidades do país é viajar de ônibus.

Comparado ao Brasil, Myanmar (mostarda) é relativamente pequeno. Porém, é o maior país do Sudeste Asiático continental, perdendo apenas para a Indonésia (verde), o maior arquipélago do mundo (wikitravel.org).

Por causa de um restrito regime militar, Myanmar se manteve “fechado para o mundo” por muitos anos. Com a recente dissolução do regime, o fluxo de turistas começou a aumentar e, com isso, os valores dos serviços também subiram.

Viajar pela Birmânia pode ser dispendioso, especialmente se o transporte entre as principais cidades turísticas for feito por via aérea. As passagens domésticas não são baratas, o que pode encarecer bastante a sua viagem.



Além disso, as companhias aéreas de Myanmar são bem simples e oldschool. Para evitar problemas financeiros, muitas fazem mudanças de última hora e sem aviso prévio.

Na intenção de vender mais passagens, as cias aguardam o máximo possível para decolar; cancelam voos ou reagrupam passageiros para outro voo (com escalas) quando o número de passagens vendidas não for suficiente.

E agora? Meu orçamento tá apertado, mas mesmo assim quero incluir Myanmar e suas maravilhosas cidades em meu Roteiro do Sudeste Asiático. O que fazer?  

A forma mais acessível, confortável e prática de viajar entre as cidades birmanesas é utilizar o transporte terrestre – vulgo buzão, bus, baú, zebrado… O bom e velho ônibus!

São diversas as companhias de ônibus que realizam trajetos noturnos e diurnos para a capital e principais cidades do país. A Joyous Journey Express (JJ Express) se destaca por ser bastante organizada, confiável e acostumada a lidar com estrangeiros.

ônibus jj express
A maioria dos ônibus da JJ Express é amarelinha. Antes do embarque, os ônibus ficam enfileirados em frente ou perto do balcão da companhia.

Escolhi fazer todo o meu deslocamento no país utilizando os serviços da JJ Express. Durante os 10 dias de viagem por Myanmar, passei por 4 cidades birmanesas: Yangon, Mandalay, Inle Lake e Bagan. Tudo aconteceu dentro do previsto e não tive nenhum problema.

O trajeto das 4 cidades visitadas: Yangon (ou Rangun em português) > Mandalay > Inle Lake > Bagan > Yangon. Tentei melhorar a logística da rota, mas a disponibilidade dos horários dos ônibus não permitiu (Google Maps).

Como realizar a reserva?

Durante a alta temporada (novembro – fevereiro) o fluxo de turistas é alto e corre o risco das passagens das boas cias esgotarem (o mesmo acontece com hospedagens). Por isso é interessante reservar com antecedência.

Um mês antes de viajar, reservei os acentos de todos os trechos diretamente com a JJ Express. O contato foi feito pelo e-mail da companhia: joyousjourney.express@gmail.com.

A equipe da JJ é super prestativa e esclarece qualquer dúvida em relação a itinerários, horários, valores, etc.

No momento da reserva não foi necessário realizar nenhum pagamento, apenas informar dados de identificação pessoal. O pagamento do bilhete era feito em dinheiro (dólar ou kyat) no balcão da companhia momentos antes do embarque. Bastava apresentar o e-mail com os dados da reserva e pronto!

Mandalay estação de ônibus
Em Myanmar, as estações de ônibus são bem diferentes. São várias lojas emparelhadas, cada uma representando uma cia de ônibus. Esse era o balcão da JJ Express de Mandalay.

Escolhi fazer todas as viagens durante a noite. Desse jeito economizei algumas diárias com hospedagem e não perdi horas do meu dia dentro do ônibus. O único inconveniente do ônibus noturno é que às vezes não se dorme muito bem e no dia seguinte a gente fica meio quebrado…

Viajar de Business Class ou First Class?

A JJ Epress tem dois tipos de overnight bus: Business Class e First Class. Em minha viagem fiz uso dos dois tipos de ônibus e, pra falar a verdade, não notei muita diferença entre eles.

– Business Class: as poltronas semi leito são em fileiras estilo 2+2, ar-condicionado e manta. Passagem mais barata;
– First Class: as poltronas semi leito são em fileiras estilo 2+1, ar-condicionado, manta e serviço de bordo (comida leve e bebida). Passagem mais cara.

*Ambos fazem paradas em restaurantes de beira de estrada. Então não faz muita diferença ter comida a bordo. E, dependendo do horário do ônibus, dá tempo de jantar antes de embarcar.
**Nenhum dos ônibus é equipado com banheiro. Aproveitem as paradas para se aliviar e peguem leve nos líquidos e nas comidas “piririgosas”.
***Faz frio dentro do ônibus! Sou super calorenta e amo um ar-condicionado, mas passei frio em alguns ônibus. Levem casaco e meia.
****Alguns ônibus tem tomada e entrada USB para carregar eletrônicos.

JJ Express comida
Lanchinho servido a bordo dos ônibus da JJ Express – simples porém suficiente.
Restaurante de beira de estrada é igual em qualquer país – Alguns pratos são bem simples e gostosos (foto) e outros não tem a cara muito atraente. Eu nem sou enjoada com comida, mas em uma das paradas não me arrisquei, tudo tinha cara de “piriri” hard! Pros enjoados: preparem um lanchinho para levar a bordo.

Itinerário Myanmar – 4 Cidades

Viajei de avião de Bangkok (Tailândia) para Yangon (Myanmar). A partir de Yangon, a maior cidade birmanesa, comecei a viajar de ônibus para as outras cidades.

Yangon > Mandalay – Horário de partida 21h / Horário aproximado de chegada 6h (Business Class U$12).

Mandalay > Inle Lake – Horário de partida 22h / Horário aproximado de chegada 5h (Business Class U$12).

Inle Lake > Bagan – Horário de partida 20h / Horário aproximado de chegada 5h (First Class U$15,00).

Bagan > Yangon – Horário de partida 20h / Horário aproximado de chegada 6h (First Class U$19,00).

Dica Esperta: Em Yangon a JJ Express oferece transfer gratuito da rodoviária para o aeroporto. Caso precise do serviço, basta informar ao atendente.

No final da viagem tive que retornar para Yangon por causa da logística dos voos da AirAsia AseanPass – o super econômico programa de créditos da AirAsia.

Mas, se a sua viagem não estiver engessada como a minha, escolha chegar e partir de diferentes cidades. Dessa forma não se perde tempo indo e voltando para o mesmo ponto de origem

itinerário horários jj express
Recebi essa tabela informativa via e-mail. Nela é possível conferir todas as origens e destinos, horários, preços e tipo de ônibus. OBS: 0 horário de chegada de Inle Lake > Bagan está errado. O real horário aproximado de chegada é às 6h, como havia dito ali em cima (JJ Express).




Roteiro Myanmar: 10 dias descobrindo as belezas da Birmânia, a Golden Land do Sudeste Asiático
O que você precisa saber antes de viajar para a Birmânia: 18 Curiosidades e Dicas sobre Mianmar
Myanmar: Conhecendo a maior cidade Birmanesa – O que fazer em Yangon?
Myanmar: Explorando a última capital Real da Birmânia – O que fazer em Mandalay?

 


2 pensamentos em “Myanmar de Ônibus – A forma mais prática e econômica de conhecer a Birmânia”

  1. Seu blog é O MELHOR, juro! Ajudou muito no planejamento da viagem pra Myanmar!
    Você sabe se é tranquilo comprar essas passagens de ônibus noturno na hora? Ou melhor comprar com antecedência pelo site?
    Muito obrigada!

    1. Oi, Camilla! Muito obrigada! Fico super feliz em estar te ajudando! Se você vai viajar durante a alta temporada (novembro – março) é melhor reservar as passagens com antecedência. São poucas as companhias de ônibus em Myanmar e não existem muitas ônibus saindo diariamente. Na época da minha viagem (março/17) reservei todos os trechos com a JJ Express. A reserva é feita através do e-mail deles e o pagamento é só na hora do check-in. Confira o e-mail deles no post. Pergunte sobre os itinerários e se programe direitinho. Boa viagem e aproveite muito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *